Jaguar XKSS, o icônico supercarro voltará em 2017

Ele é a versão de rua do jaguar D-Type que em 1956 deixou de correr na tradicional corrida de Le Mans e tem uma história que o torna uma lenda automobilística. Estou falando do Jaguar XKSS, esportivo da montadora e considerado o primeiro supercarro da história que fascinou o ator Steve Mcqueen.

Após a saída da Jaguar dos circuitos em 1956, uma série de D-Types que estavam inacabados foram reformulados e reaproveitados pela montadora para poderem andar nas ruas pelo mundo. Surgia então o XKSS. Vinte e cinco carros haviam sido produzidos na fábrica de Browns Lane, porém em uma fatídica noite de fevereiro de 1957, um incêndio destruiu nove dos vinte e cinco carros produzidos até então. Um desastre para os amantes de carros.

Jaguar XKSS e Steve MCqueen
O ator Steve Mcqueen foi um dos poucos sortudos que conseguiu ter um Jaguar XKSS.
Jaguar XKSS o primeiro supercarro
Jaguar XKSS o primeiro supercarro da história.

XKSS, a lenda continua

Cinquenta e nove anos depois do incêndio, a Jaguar anunciou que irá produzir para 2017 (aniversário de 60 anos do XKSS), nove super carros Jaguar XKSS com as mesmas especificações para um seleto grupo de colecionadores e clientes. O valor? Cada um saíra na bagatela de 1 milhão de libras, ou seja, aproximadamente 5 milhões de reais.

Jaguar XKSS 1957 Steve Mcqueen  Jaguar XKSS lateral  Jaguar XKSS supercarro